domingo, maio 27, 2007

Turismo em Vila Nova de Santo André

7 comentários:

Tânia Correia disse...

Olá Berto!
Há muito tempo que não visitava este blog e fiquei muito contente ao verificar que tens uma nova ideia de "publicidade turistica" para dar a conhecer esta nossa linda Cidade.
De qualquer forma gostava de fazer um reparo, uma ves que quem nos visita não conhece o nome das praias que apresentas no filme, a "Vacaria" é a Praia do Porto das Carretas e as "Areias Brancas" Praia da Fonte do Cortiço.
Obrigado por tudo o que tens feito pelo reconhecimento desta nossa "Terrinha"!

Berto disse...

Olá Tânia,

a questão que colocas faz todo o sentido. Quando estive a editar/montar as imagens e a colocar as respectivas legendas deparei-me com esse facto. Que nome colocar p/ as praias? Como não fazia sentido, em termos gráficos, colocar as duas designações, optei por dar prioridade à Placa Informativa que está localizada junto à via-rápida e que indica "Praia das Areias Brancas". Esta Placa Informativa aparece no vídeo sobre V N Santo André. Neste vídeo também não utilizei as designações oficiais dos vários bairros. Optei por colocar os nomes populares.

Cumprimentos,
Berto

J.S. disse...

Caro Berto. Conheço a Freguesia de Santo André como poucos. O tempo que cá vivo é suficiente para conhecer as gentes e costumes da região.Se quiser alguma colaboração entre em contacto.Tenho algumas pesquisas sobre ésta nobre cidade e suas aldeias que poderão ser úteis . Um abraço do João Sousa.

João disse...

Caro Berto. Concerteza que já ouviu falar da casa de cortiça. Está completamente ao abandono, pois o último residente faleceu este ano. É uma pena perdermos essa relíquia, quanto a mim faz parte do património de Santo André. Já reparou quantos anos tem essa casa? Basta ver a grossura das placas de cortiça (algumas com 20 cm de espessura). Segundo reza a história contada pelos residentes deve rondar pelos 400 e tal anos.E a Azenha das Laranjeiras? que fazer daquele património, depois de ser devastado por um energúmeo por conta de não sei quem?:::E a Fonte de Baleizão destruida prepositadamente? E os aterros que alguém fez para extrair areias como negócio ilicito na continuação da rua do Sol Nascente que vai dar até à escola primária? Quer saber mais? Fica para outra ocasião. Abraços Joao Sousa

João disse...

Este ano,tem sido realmente muito frequentado por estas paragens. Basta ir ao mercado diário para se aperceber da afluência de turistas. As nossas praias já estão a ser invadidas por muitos que procuram novas paragens.Pena é que também o vandalismo já se faz sentir.Há quem diga que é o progresso, mas progressos desses, não obrigado. João Sousa

João disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mr-Green disse...

beautiful