quarta-feira, dezembro 23, 2009

Feliz Natal ;-)

Um feliz Natal com muita alegria!


terça-feira, novembro 24, 2009

Apresentação do Projecto do Lar de Idosos

A construção do Lar de Idosos, em Vila Nova de Santo André, é uma aspiração antiga e premente, tendo em conta o envelhecimento da população, mesmo numa das cidades mais jovens do país.

O projecto do Centro Social Paroquial de Santa Maria, orçado em 5 milhões de euros, prevê a construção não só do Lar (com 48 camas), mas de um equipamento integrado, que inclui a prestação de Apoio Domiciliário (para 80 utentes), um Centro de Dia (para 50 utentes) e ainda, a pensar nas famílias jovens e nos mais pequenos, a construção de uma Creche (para 33 crianças).


No dia 8 de Dezembro venha conhecer o projecto e participe no início da campanha de angariação de fundos, cuja primeira acção é precisamente o Almoço Multicultural, que decorrerá na Escola Secundária Padre António Macedo em Santo André.

+ info: http://juntospelolar.blogspot.com

segunda-feira, novembro 16, 2009

Poema sobre V N Santo André

Caros conterrâneos,

aqui vos deixo um poema que encontrei sobre Santo André, da autoria do poeta popular Manuel José “do Tojal”. Não sei a data específica ... mas deverá ter sido elaborado nos anos 80.

Voltarei em breve com um vídeo de um programa da RTP2, filmado em Santo André em 1995/96, e que aborda a construção desta Cidade de uma perspectiva arquitectónica. Este programa, que foi incluído na rubrica “Ver Artes” da RTP2, contém imagens do inicio da construção e entrevistas aos três arquitectos responsáveis pelo Projecto.

POEMA

Ó vila de Santo André
És formosa camponesa
Ficas distante das praias
Em ti há esperança e fé
E tens Bárbara Rocha e grandeza
E tens Talegre e Atalaia ...
... Bairro Azul e das Flores
E com os Caixotes de Fronte
E os Serrotes e o Pinhal
Vizinhança é o Horizonte
E o Liceu e Petrogal
E Pôr-do-Sol rei dos amores
As Torres ao teu encontro
Pica Pau muda de cores
E diz Panteras: - Não caia!
O Lagartixa se inclina
Ir ao Empec dar a vaia
Querendo tudo em linha recta
Por seres fêmea feminina
A mais célebre predilecta

terça-feira, outubro 13, 2009

Eleições Autárquicas 2009 | Resultados

Caros Cibernautas,

após um dia de rescaldo das eleições autárquicas de Santiago do Cacém, aqui vos deixo os resultados finais. Seria interessante a comparação com os resultados de 2005, que constam no post de 30 de Setembro.

Fig. 1 - Resultados Eleitorais do Concelho de Santiago do Cacém Fig. 2 - Resultados Eleitorais da Freguesia de Santo André

Coloco aqui também os resultados para a Assembleia de Freguesia. Houve um anónimo que se queixou do facto dessa informação não estar disponível.

Fig. 3 - Resultados Eleitorais p/ a Assembleia da Freguesia de Santo André

domingo, outubro 04, 2009

Eleições Autárquicas 2009

No próximo dia 11/Outubro vão ter lugar as eleições autárquicas. No Concelho de Santiago do Cacém estão registados 26674 eleitores, à data de 23 de Maio de 2009. Estes serão disputados por 5 partidos, são eles o PCP-PEV (CDU), o PS, o PSD, o BE e o CDS-PP.

Este post tem como objectivo disponibilizar os vários programas eleitorais de todos os partidos candidatos a estas eleições e, com isso, motivar um debate virtual em torno das várias propostas apresentadas.

Antes de avançar gostaria de referir que todos os partidos foram contactados atempadamente para disponibilizarem o seu programa. Infelizmente ainda faltam chegar alguns, mas como as eleições são já daqui a uma semana não posso esperar mais. Se entretanto os restantes chegarem colocarei de imediato neste post.

Prosseguindo ...


Inicialmente tinha a ideia de apresentar um resumo o mais fidedigno possível de cada um dos programas, para tornar este fórum mais dinâmico e apelativo. Essa tarefa tornou-se quase impossível por motivos de disponibilidade pessoal, mas principalmente por não querer apresentar a minha visão, ainda que fosse com objectivos de resumo de texto, de cada uma das propostas.

Assim, deixo-vos aqui à disposição para consulta e posterior comentário, os programas eleitorais “originais” dos seguintes partidos: PCP-PEV (CDU); PS e BE.

Clique nas imagens para aceder


quarta-feira, setembro 30, 2009

As Eleições Autárquicas de 2005 | Resultados

Caros Cibernautas,

em jeito de preparação para o futuro debate virtual em torno das próximas Eleições Autárquicas, e como ainda estou a aguardar pelos programas eleitorais de todos os Partidos candidatos às eleições de 11/Outubro, para assim poder publicar um post sobre esse tema, aqui vos deixo os resultados de 2005, e subsequente análise estatística.

Fig. 1 - Resultados Eleitorais do Concelho de Santiago do Cacém

Fig. 2 - Resultados Eleitorais da Freguesia de Santo André


Análise:

1. Estatísticas Eleitorais do Concelho e Freguesia de Santo André.


Nas Eleições Autárquicas de 2005, o Concelho de Santiago do Cacém registou um total de 14816 votos. A Freguesia de Santo André representa 28% do total dos votos. Neste sentido, Santo André é a Freguesia mais importante do Concelho de Santiago do Cacém no contexto das Eleições Autárquicas.

2. Estatísticas Partidárias e resultados na Freguesia de Santo André, e restantes.

O partido PCP-PEV ganhou estas eleições com cerca de 43% do total de votos. O Segundo classificado foi o PS com cerca de 30% de votos.
Em relação à Freguesia de Santo André a ordem de classificação foi igual. O PCP-PEV ganhou com cerca de 35% e o PS com 29%.
No que concerne às restantes 10 Freguesias do Concelho, a realidade foi a mesma.

+ info: www.eleicoes.mj.pt

domingo, setembro 20, 2009

Limpar Portugal a 20|Março|2010

Caros(as) amigos(as),

coloco aqui este post sobre uma campanha muito importante, e que visa eliminar, num só dia, todas as lixeiras ilegais existentes nas florestas e campos deste nosso pais.

Depois de ter resultado na Estónia, onde limparam o país num só dia e conseguiram, para o efeito, juntar 40 mil pessoas, eis que surge agora em Portugal onde se pretende limpar a floresta portuguesa no dia 20-03-2010. Até esta data, todos os que pretenderem aderir a esta iniciativa poderão aceder à página web do Evento (Clique aqui) devendo registar-se no Grupo do Concelho onde pretende participar.

O Concelho de Santiago do Cacém já tem um grupo criado. Para aderir/consultar este grupo clique aqui.

Todos poderão dar o seu contributo. Antes do dia "D" é necessário identificar e mapear com GPS as lixeiras existentes, para se ter uma melhor noção do trabalho a realizar.

No Concelho de Santiago do Cacém existem, infelizmente, algumas destas lixeiras, como é o caso das que existem junto à via-rápida Sines-Santo André, onde um bando de inergumes resolveu aproveitar este pinhal como depósito de entulho de obras e etc.

Seria importante que a Câmara Municipal e as várias Juntas de Freguesia dessem o seu apoio a esta iniciativa.

Em breve voltarei com mais notícias sobre esta campanha.

quinta-feira, setembro 03, 2009

quinta-feira, agosto 06, 2009

Estacionamento abusivo em Santo André – Parte II

Caros conterrâneos ... tive conhecimento que a Junta de Freguesia de Santo André (JFSA) distribuiu recentemente pelos moradores do Bairro dos Serrotes um comunicado (ver em baixo), apelando para que o estacionamento dos automóveis não ocorra na via publica. Em primeiro lugar gostaria aqui de deixar a minha palavra de apreço por esta iniciativa. Ela revela determinação e coragem por parte do Presidente Jaime Cáceres.

Prosseguindo ...

Como se pode ler no comunicado, numa primeira fase este apela à compreensão das pessoas para que respeitem o espaço reservado a peões e, com isso, preservem igualmente o pavimento das ruas, uma vez que a circulação de carros contribui para a sua degradação. Numa segunda fase é feito o aviso de que a Junta de Freguesia dará conhecimento do comunicado à GNR, para que esta actue em conformidade com a lei.


É minha convicção de que esta segunda fase não irá ocorrer. Julgo que o bom senso irá ganhar. Porquê? Porque todos reconhecem e elogiam o facto de Santo André ser uma Cidade tranquila para se viver, onde existe espaço para tudo e para todos. Este é um dos principais argumentos que frequentemente utilizamos para nos superiorizarmos aos “outros”, leia-se cidades atafulhadas de prédios+pessoas+carros onde a qualidade de vida só está acessível aos mais ricos. Se este é um dos nossos principais trunfos para sermos dos melhores, não o vamos querer certamente destruir. É por isso que eu acredito que o bom senso irá prevalecer.

Assim, espero daqui a algum tempo estar a publicar o terceiro e último post sobre esta temática, e cujo titulo será:

«Estacionamento abusivo em Santo André – Um Exemplo para as outras Cidades»

Quase a terminar ...

O comunicado ao qual tive acesso, e que aqui coloco, dirige-se somente aos moradores do Bairro dos Serrotes. Existem outros Bairros onde esta situação ocorre, como é o caso do Bairro Atalaia Norte (Lagartixa) e o Bairro das Torres. Não sei se este documento foi também distribuído pelos moradores destes Bairros. Caso não tenha sido, fazia todo o sentido que assim fosse.

Em nota de rodapé, deixo aqui uma frase de um autor desconhecido:

A grandeza de uma Cidade é medida, não só pela altura dos seus prédios, mas também pelo carácter dos seus habitantes.

Revival "Dias Atlânticos" - O Rescaldo

Caros internautas ... o espaço que se segue é da exclusiva responsabilidade do seu interveniente ;-) ...

«Antes de mais gostava de dar os parabéns a quem teve a ideia e a levou a cabo até ao fim.

Foi óptimo o Revival "Dias Atlânticos", parecia daqueles casamentos de família onde só se vê aquele primo que está na França de ano a ano.

Mas mais do que proporcionar momentos de felicidade a muitas pessoas, esta festa, para mim, veio provar que falta uma alternativa a quem quer sair e divertir-se no L.A. (Litoral Alentejano).

Vídeo - Flashes da Noite
video

Nem era preciso haver uma discoteca, mas mais festas ao longo do ano até era bom.

Espaços não faltam, imaginação também não e esta festa provou que pessoas também não é problema, por isso ou a mesma equipa ou alguém que meta as mãos à obra.

E já agora ... bom verão.»

Autor: RM

sexta-feira, julho 17, 2009

Uma noite de dias atlânticos | 31 de julho

Os anos voam e nada permanece igual.

Em Santiago do Cacém, conhecemos a modernidade no início dos anos 90, quando surgiu uma discoteca que quebrou preconceitos e inovou em diversos aspectos, inclusive na vertente cultural.

As festas temáticas que os “Dias Atlânticos” organizavam às quintas-feiras proporcionavam algo de único e de mágico.

A enorme imaginação com que eram abordadas essas festas, com decorações feitas à medida de cada acontecimento, elevavam estas noites a momentos únicos. Recordo-me de festas absolutamente inesquecíveis, como a “Festa da Praia” (toda a discoteca transformada em praia com centenas de quilos de areia…), ou de um Dia da Juventude com a actuação dos Ena Pá 2000 (aquando da edição do seu primeiro álbum.

Era cliente habitual do espaço e amigo de muitos dos frequentadores, donos e funcionários.

Muitos anos depois vai existir uma festa que recorda esses maravilhosos tempos dos “Dias Atlânticos”.

Autor: LSO

segunda-feira, julho 13, 2009

31ª produção do GATO SA | 14Julho em Santo André

Às três da manhã, uma rapariga que ele nunca vira antes, bateu-lhe à porta do quarto e pediu se lá podia dormir. - “Sim, com certeza”, respondeu ele.
Assim começa esta história escrita por Steve Johnston, sobre um encontro improvável de dois desconhecidos de estratos sociais diferentes, Will e May, numa noite quente de Verão, algures em Dublin, no final da década de setenta.

Um trabalho para dois actores, a Inês Patrício e o Nuno Bravo Nogueira num registo de um realismo cinematográfico. Um espectáculo intimista em que convidamos o público a entrar de madrugada no quarto de Will e a assistir no escuro ao evoluir da acção, apurando os sentidos, escutando, espreitando, deixando-se levar pela curiosidade voyeurista. Uma conversa a dois na penumbra da noite e no espaço reduzido de uma cama, alheios aos olhares indiscretos do público.
Quisemos contar-vos uma história simples de um modo cativante. Quisemos como sempre criar o espectáculo da teatralidade, do envolvimento global dos sentidos, quisemos despertar a imaginação, surpreender o preconceito, abrir portas à emoção.

Em termos visuais, tentamos renovar-nos sempre em cada novo projecto. Desta vez procurámos encher o espaço, sem povoar o espírito. De certo modo está lá tudo mas coberto pelo manto diáfano da noite. Procurámos iluminar como os antigos mestres da pintura barroca, tentando que as luzes colorissem a cena com parcimónia, conduzindo os olhares no reconhecimento dos contornos dos corpos e revelando progressivamente à medida da descoberta mútua das personagens e da curiosidade individual dos espectadores.

Um espectáculo realizado no âmbito de um protocolo de colaboração com o Teatro ao Largo e que corresponde à 31ª produção do GATO SA, no ano do seu vigésimo aniversário.

Auditório do Centro de Actividades Pedagógicas Alda Guerreiro
14,15 e 16 de Julho - 21,30h

terça-feira, julho 07, 2009

terça-feira, junho 23, 2009

Limpeza das Praias de Santo André (Resultados)

Vila Nova de Santo André ... 10 de Junho de 2009 ... 9 da manhã ... dia de Portugal.

Este é um dia marcado por uma série de eventos emblemáticos que tentam definir/reforçar o que é ser português. Temos concertos e espectáculos culturais, o hastear da bandeira nacional, cerimónias militares, desfiles, etc. Enfim ... uma série de manifestações colectivas em torno de um conceito: ser português.

As manifestações simbólicas têm sido uma ferramenta incessantemente utilizada para reforçar os alicerces de qualquer edifício ideológico. Será que resulta? Essa é a questão fundamental. A minha primeira vontade é escrever um “não” em letras GRANDES. Mas, depois de ponderar bem, concluo que o simbolismo é importante porque ajuda a reforçar sentimentos de identidade e pertença. Mas isso só faz sentido se entendermos que as representações simbólicas representam a primeira fase de um processo, para se alcançar um determinado fim. Se o objectivo é reforçar o sentimento de ser português, assistir, por exemplo, ao hastear da bandeira, com o hino nacional em pano de fundo, não é suficiente ... ou seja ... num primeiro momento pode ser agradável, mas os resultados práticos que dai poderiam resultar diluem-se ao fim de poucos dias.

Não estou, com isto, a dizer que se deveria terminar com esses simbolismos. Estou apenas a querer afirmar que estes deveriam ser reforçados com actividades práticas, que poderiam resultar em benefícios directos para as populações. O voluntariado seria, certamente, o lado prático a juntar à teoria que caracteriza os actos simbólicos.

É nesta linha de pensamento que se insere a Limpeza das Praias de Santo André, que se realizou no dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Esta actividade, organizada e promovida graças à preserverança e empenho da Associação Litoral Aventura, foi uma excelente forma de afirmar o sentimento e a estima que temos pelo nosso País, e em especial por Santo André.

Pessoalmente nunca dei muita atenção a simbolismos colectivos. Sempre os encarei com algum tédio por estes serem excessivamente teóricos. Culpo a Sociedade e as Instituições que os promovem, por não os saberem tornar mais dinâmicos e atractivos aos tempos “modernos”.



A melhor forma de nos sentirmos portugueses, no dia de Portugal, é fazermos algo em prol da Sociedade ou da Natureza. De manhã podemos ir assistir à parada militar, mas à tarde vamos participar, por exemplo, numa limpeza de praias. Os resultados seriam definitivamente mais duradoiros e eficazes no que concerte ao fortalecimento de sentimentos de patriotismo.

Aqui fica a sugestão ;-)


Vamos ao que interessa ...

Dados relativos à Limpeza das Praias:

-168 participantes
- (+ ou -) recolhidas 10 toneladas de lixo

Em nota de rodapé, gostaria ainda de referir o seguinte ...

É de salutar a participação do Presidente da Junta de Freguesia e de 2 vereadores (José Rosado e Álvaro Beijinha ) da CMSC. A CMSC deve apoiar estas iniciativas, não só monetariamente mas também dando o exemplo. Esperemos que no próximo ano se repita o mesmo empenho e interesse.

Uma palavra de apreço para todas as restantes entidades que deram o apoio esta campanha.

Por último, há que reconhecer o mérito da Associação Litoral Aventura, que em boa hora decidiu avançar com esta iniciativa.

segunda-feira, junho 01, 2009

terça-feira, maio 19, 2009

Limpeza das Praias de Santo André

Caros(as) amigos(as) e conterrâneos(as) ... se há coisa que estimamos e valorizamos em Santo André é a sua envolvente. Certo? A Reserva Natural, com as suas praias desertas e com a Lagoa a servir de habitat para inúmeras espécies, representa uma natureza em estado quase “selvagem”, que garantem à Freguesia de Santo André um motivo muito forte para ser cada vez mais um destino procurado para férias.

Julgo ser um objectivo de todos que esta terra seja agradável para os que cá vivem, e também para os que nos pretendam visitar. A aposta no turismo não passa só por construir mais hotéis. É preciso preservar e proteger os nossos recursos naturais. Santo André tem a felicidade de possuir um conjunto de praias em estado selvagem.

Ao longo nos últimos anos temos assistido a um aumento significativo do número de turistas que, cansados das praias shopping, procuram cada vez mais locais onde exista abundância de espaço e uma natureza quase virgem. As praias de Santo André preenchem estes requisitos.

Porém, estas praias, que outrora receberam o digníssimo galardão de “Praias Douradas”, possuem alguns problemas. As águas revoltas do mar e as atitudes incorrectas de alguns pescadores e banhistas, têm contribuído para o acumular de lixo nos extensos areais. A maior parte do lixo que existe nesta praias provém do mar. O restante resulta da falta de civismo de algumas pessoas. Quanto ao lixo que vem do mar pouco há a fazer. A falta de educação já é algo que se pode corrigir. Como? Através de campanhas de sensibilização e da reprovação no momento em que vemos as pessoas a fazerem lixo nas praias. Todos nós podemos desempenhar o papel de “policias” das praias de Santo André. ;-)

Prosseguindo ...
Que mais podemos fazer para tentarmos resolver/atenuar este problema? Participar neste evento organizado pela Associação Litoral Aventura. Estas iniciativas são sempre de enaltecer. Em boa hora esta Associação resolveu por em prática esta brilhante ideia, sem esperar pelo poder político. Ás vezes temos que ser nós a puxar a carroça, e esta Campanha é disso um bom exemplo.

De ano para ano a adesão tem aumentado, assim como as toneladas de lixo que são retiradas das praias.

Devemos abraçar esta iniciativa com convicção e sentimento. Se gostamos das nossas praias, e passamos a vida a dizer mal daqueles que as sujam, esta é um oportunidade para dar uma chapada valente na falta de civismo. Deixemo-nos de reclamações e passemos aos actos. Passamos a vida a dizer mal de tudo, mas de pouco contribuímos para a solução das coisas. O “falatório” está sempre em alta. A “acção” é que é o parente pobre das nossas reivindicações. Não basta falar ... é preciso agir.

Por isso, faço um desafio a todos aqueles que têm sempre opinião, mas pouca acção.

PARTICIPEM!!! no fim vai haver comes e bebes para todos, e outras ofertas ... _____________________________________________________________
+INFO:
Local de Encontro: Stand os Putos às 08h30m. Dia 10/Junho
Contacto: 269 708 353
E-mail: litoralaventura@gmail.com

segunda-feira, maio 11, 2009

X Mostra de Teatro de Santo André

DE 15 a 31 de Maio, o concelho de Santiago do Cacém, será palco da 10ª MOSTRA DE TEATRO DE SANTO ANDRÉ, um festival internacional organizado pela AJAGATO e que conta este ano com a presença de nove companhias profissionais, onze espectáculos, dezasseis sessões, para além de actividades complementares, como sejam as animações musicais a anteceder os espectáculos. Mas para além disso realizar-se-ão: 2 Workshops a cargo dos actores brasileiros Marco Simioni e Ricardo Puccetti; as já habituais "abaladiças", conversas informais com os actores; exposições; curtas metragens, etc.


A maioria dos espectáculos serão apresentados no auditório da Escola Secundária Padre António Macedo em Vila Nova de Santo André. No entanto, a Mostra estende-se também à sede do concelho, onde teremos uma companhia brasileira no novíssimo auditório António Chainho, em Santiago do Cacém. Também o Cercal do Alentejo acolherá dois espectáculos para o público infanto/juvenil.

O programa deste ano abre com a estreia do novo trabalho do Teatro ao Largo e inclui ainda: a Companhia do Chapitô; 1ºs Sintomas; LUME TEATRO; TEATRO DO ELÉCTRICO; PERIPÉCIA TEATRO; TEATRO O BANDO; ARTYAPLAUSOS; TEATRO ANIMAÇÃO DE SETÚBAL.

Uma organização marcada pelo fantasma da crise generalizada, que nos dificultou ainda mais a tarefa de assegurar a necessária base de financiamento para a realização do evento. Ainda assim, a 10ª Mostra aí estará a partir da próxima sexta-feira, para corresponder ao enorme interesse que sempre tem despertado na população desta cidade. De notar que na oitava edição se esgotaram todas as sessões e que no ano passado houve 4153 espectadores no total.

A MOSTRA tem ensinado a gostar de teatro e Santo André tem um público atento, caloroso e também muito exigente com a qualidade da programação do seu festival.

+ info:
gatosa.com

sexta-feira, abril 24, 2009

“Os pais” de Santo André

... passavam 20m das 10:00h do dia 18/Abr quando estacionei o carro no parque de estacionamento do Instituto Piaget. Ia assistir ao Seminário “Vila Nova de Santo André - Uma Cidade para a Indústria”. Passo apressado ... pois já estava atrasado ... maquina fotográfica devidamente carregada e pronta a registar o momento. No caminho para a porta de entrada do Instituto cruzei-me com o Presidente da Junta de Freguesia ... o Sr. Jaime Cáceres. Trocámos algumas palavras sobre o tema do Estacionamento Abusivo. Ambos concordámos que o problema deveria ser resolvido. Vamos aguardar p/ ver ...

Voltando ao tema deste post ...

Este Evento, organizado/promovido pela Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitectos, tinha como objectivo, e como o próprio cartaz de divulgação refere, “debater um exemplo com relevância no urbanismo português dos anos 70 do século XX”. Por outras palavras ... pretendeu-se recordar todo o processo que levou à edificação da única Cidade Nova construída em Portugal no século XX. Antes ... só Vila Real de Santo António ... no século XVIII, que foi construída por ordem do Marquês de Pombal.

Neste Seminário iam estar presentes os três Arquitectos responsáveis pelo Projecto, tendo cada um deles colaborado em fases distintas do mesmo. Eram eles, e por ordem cronológica (ver foto ... da direita para a esquerda) o Arq.º Câncio Martins, o Arq.º Silva Dias e o Arq.º Vassalo Rosa. Era uma oportunidade a não perder. E foi ... sem sombra de dúvida ... uma oportunidade ganha em todos os sentidos.

A expectativa era grande ... queria ouvir as palavras destes senhores. Queria escutar o relato da epopeia que foi erguer um Projecto desta envergadura no Portugal bolorento dos anos 70. Sentei-me e assisti a uma aula de história.

Foi interessante ouvir a análise que fizeram do Projecto, passados cerca de 35 anos do seu inicio. A distância temporal permitiu-lhes abordar o tema com o afastamento necessário para apontar erros e virtudes. Cada um dos arquitectos interveio isoladamente para explicar à assistência, maioritariamente composta também por arquitectos, os conceitos e ideias que aplicaram no Projecto de Sines, em especial na construção da Cidade Nova de Santo André. A titulo de exemplo, foi mencionado que se chegou inclusive a considerar a hipótese de se expandir Sines e Santiago, ao invés de ser construído algo de raiz. Todavia, e após a análise de um conjunto de factores (relevo/preço do solo, a quantidade/origem dos novos habitantes, etc), a opção escolhida acabaria por ser a construção de uma Cidade Nova. Ficámos ainda a saber algumas histórias de bastidores. A fabricante de automóveis Alfa Romeo, que esteve para ser instalada em Sines, acabou por ir para Inglaterra, devido à pressão da ex-Primeira-ministra britânica Margaret Thatcher.

... prosseguindo ...

Durante os intervalos fui ter com os arquitectos ... meti conversa ... e consegui dialogar com eles. Sabem ... às vezes damos por nós em certos lugares e com determinadas pessoas ... mas a conversa não arranca. Este não foi o caso. Havia “sede” de escutar da minha parte, e “fome” de falar da parte deles. Conversámos sobre o passado, mas principalmente sobre o futuro. O consenso imperava na troca de palavras/argumentos. Apesar do projecto nunca ter alcançado os fins propostos, as bases estão criadas para que um dia este seja concretizado. Os sinais vão surgindo, ainda que a conta gotas, mas o caminho é só um.

... as conversas iam decorrendo ...

Às páginas tantas ... dizia-me o Arq.º Câncio Martins: “Estive aqui pela primeira vez em 1968 ... não existia nada. Era só areal e pinheiros. Um certo dia chegámos a ir a uma destas praias e estava um grifo (abutre com 2/3 metros de envergadura) com as asas abertas que ocupava a largura da estrada ”.

Enfim ... um sem numero de histórias que ficam por contar.

Bem ... não vou esticar mais este post cujo único propósito era colocar a foto destes três Senhores ... que bem podem ser denominados “Os pais” de Santo André.

terça-feira, abril 07, 2009

VN Santo André - Uma Cidade para a Indústria

A Ordem dos Arquitectos (Secção Regional Sul) organiza um seminário e uma visita guiada sobre o urbanismo da cidade de Vila Nova de Santo André, no próximo dia 18 de Abril. A jornada abre pela manhã com um Seminário e termina, à tarde, com uma visita guiada.

O seminário, a decorrer nas instalações do Instituto Piaget de Santo André, prevê conferências dos arquitectos Guilherme Câncio Martins (às 10h – O complexo portuário industrial de Sines), Francisco Silva Dias (10h45 – O plano de urbanização) e Luís Vassalo Rosa (11h45 – Terceira fase do plano), com moderação de Michel Toussaint. Os oradores convidados foram os arquitectos responsáveis pelas diferentes fases de construção da cidade.

Às 15h30 inicia-se uma visita guiada a Vila Nova de Santo André conduzida pelos arquitectos Francisco Silva Dias e Michel Toussaint.

A iniciativa pretende debater um «exemplo com relevância no urbanismo português dos anos 70 do século XX» e a intervenção arquitectónica e urbanística com papel decisivo em Santo André. No centro do debate estão o desenvolvimento urbano da
vila
, os conceitos fundamentais que contribuíram para o seu crescimento e a troca de ideias entre profissionais de áreas diferentes que influenciam o urbanismo.

A participação no Seminário e na Visita Guiada são gratuitos, mas estão sujeitos a inscrição prévia.


Mais info:
www.oasrs.org

sexta-feira, março 27, 2009

Estacionamento abusivo em Santo André

Quando vamos a Lisboa não gostamos, certamente, de sermos forçados a utilizar as faixas de rodagem para caminhar porque os carros estacionados ocupam os passeios. O espaço é pouco e os carros são muitos. E em Santo André, uma cidade planeada e construída de raiz, será que isto acontece? Sim ... acontece! Não com tanta gravidade como em Lisboa, é certo ... mas como se justifica que numa Cidade Nova este problema ocorra?

De facto, quando Santo André começou a ser construída não foi equacionada a hipótese do número de automóveis por habitação vir um dia a ser ≥ 2. Por este motivo, existem alguns Bairros que necessitam de obras com vista à criação de mais lugares de estacionamento.

Certa noite estava à porta do Bar d'Estar (Bairro dos Serrotes), a conversar com alguns amigos, quando olhei com mais atenção e verifiquei, depois de contar com o dedo indicador, que existiam mais de 30 carros estacionados em plena via publica. Estavam mesmo à porta dos prédios. A nossa primeira reacção foi de total desaprovação. Enquanto fumávamos um cigarro e bebíamos uma cerveja ... íamos lançando para o ar vários comentários ...

- Como é que isto é possível?
- Porque não estacionam o carro dentro de casa?
- Que bom ... saio de casa ... dou 3 passos e já estou dentro do meu carro!
- Mas será que não existe estacionamento para estes carros todos?

Para responder à última questão, resolvi dar um passeio por entre os parques de estacionamento deste Bairro e constatei, de facto, que os lugares estavam todos ocupados. Assim, muitas das nossas ironias e comentários depreciativos dirigidos aos proprietários destes automóveis não faziam sentido.

Posto isto ... estamos perante um problema. A quantidade de estacionamento disponível não é suficiente para o total de carros existentes. Em consequência, os donos dos carros não tem outra alternativa senão estacionar os mesmos em plena via publica.

Soluções? Criar novos estacionamentos e promover uma cultura de responsabilidade e civismo ...

Felizmente que Santo André dispõe de “espaço” em abundância, quer este seja verde ou de cimento. O Bairro dos Serrotes, em particular, possui espaço publico em quantidade suficiente para se poder abdicar de algum. Nas estradas interiores deste Bairro seria possível recortar os passeios, uma vez que estes são de dimensões generosas, para possibilitar o estacionamento longitudinal. Como se pode verificar na imagem em baixo (ver linhas a vermelho), uma obra deste género iria permitir, em teoria, resolver grande parte do problema de estacionamento neste Bairro.

Para além deste Bairro, existem outros onde este problema ocorre, são eles: Bairro das Torres e o Bairro Atalaia Norte (Lagartixa). No mapa em baixo podemos ver sinalizadas a vermelho/azul/verde todas as zonas/ruas onde este problema acontece.


Ver mapa maior

No Bairro das Torres o problema dos estacionamento agrava-se com a chegada do Verão. Dada a existência de estabelecimentos comerciais muito procurados, os automobilistas não têm qualquer espécie de pudor em estacionar as suas viaturas nos passeios públicos, o mais próximo da esplanada do café. Andar a pé ... isso é coisa do séc. XX. Aqui o espaço é pouco e as opções para construção de novos lugares de estacionamento são escassas ... é verdade ... mas existem alternativas. Basta estacionarem na Avenida de Santiago onde existem muitos lugares, ou então que utilizem a bicicleta como meio de transporte para os dias de Verão.

No Bairro Atalaia Norte o caso é diferente. Este Bairro, aquando da sua construção, foi beneficiado ... repito beneficiado ... com ruas interiores de uso exclusivo para peões. Isso é um privilégio .... acreditem ... dispormos de espaço para circular ou para podermos brincar à vontade, se formos crianças. Estas ultimas são as mais prejudicadas. O espaço onde dantes jogavam à bola está repleto de carros mal estacionados. O sinal de sentido único (↑), do meu ponto de vista mal colocado, que existe mesmo à entrada desta rua, não deve servir de desculpa. Existe estacionamento nas redondezas e não é obrigatório ter o carro estacionado mesmo à porta de casa. Claro está que a circulação dentro do Bairro não deve ser totalmente proibida. A circulação apenas deve ser permitida para cargas e descargas e para situações de emergência.

Em suma ... o problema do estacionamento abusivo existe em Santo André, e as suas causas são diferentes consoante os Bairros. Urge adoptar medidas (criação de mais lugares de estacionamento) para corrigir esta situação, mas depende sempre do bom senso de cada um em respeitar o espaço de todos nós. Em última análise, e caso o bom senso não impere, cabe às autoridades competentes zelar pelo cumprimento das regras e, caso necessário, aplicar as respectivas coimas.

Espero que este fórum de discussão sirva para despertar a nossa atenção para este problema, e que sirva, também, para que a Câmara Municipal e Junta de Freguesia apliquem as medidas necessárias à resolução desta situação.

Termino dizendo o seguinte:

Se queremos fazer de Santo André uma Cidade modelo, onde a qualidade de vida é um dado adquirido, então temos que fazer alguns sacrifícios em prol desse objectivo. O segredo ... é o Trabalho de Equipa.

quinta-feira, março 26, 2009

PDM: Especialistas em Mobilidade Urbana defendem uso da bicicleta

A professora da Faculdade de Arquitectura de Istambul, Kevser Ustundag, foi a oradora da 2ª reunião pública sobre a Revisão do Plano Director Municipal de Santiago do Cacém que decorreu na biblioteca em Vila Nova de Santo André.

De novo com sala cheia, o debate onde foi ainda orador o Engº Duarte Sobral, da equipa do Instituto Superior Técnico, coordenada pelo Professor Manuel Costa Lobo, responsável pela Revisão do PDM de Santiago do Cacém, abordou os “Transportes Suaves e Cidades Inteligentes”.

Kevser Ustundag defendeu cidades livres de automóveis e deu alguns exemplos, caso de Tóquio, onde a prioridade agora são as pessoas. “As ruas tem que ser vividas, devíamos preferir andar de bicicleta ou a pé”, disse a docente, reforçando que “todas as cidades se tornaram iguais, cheias de carros e com muito congestionamento” e para isso, defendeu é “preciso encorajar as pessoas começando logo com as crianças para andarem a pé”.

Duarte Sobral focou a sua intervenção nas ciclovias e na cidade de Vila Nova de Santo André, explicando que não é favor das ciclovias em Portugal, porque “tem que existir co-existência entre carros, bicicletas, peões”. O especialista sublinhou que no caso de Vila Nova de Santo André é necessário “tornar a rua uma sala de estar”, porque a cidade tem uma dimensão pequena e é perfeitamente percorrida de bicicleta”.

O próximo debate no âmbito da Revisão do PDM de Santiago do Cacém está marcado para dia 14 de Abril, às 21h00, na Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca em Santiago do Cacém com o tema “Água, Drenagem e Saneamento”, com a presença do Prof. João Levy.

quarta-feira, março 25, 2009

PROT Alentejo debatido em Santo André

Realiza-se hoje em Vila Nova de Santo André o primeiro de 4 debates que visam a discussão pública do PROT - Programa Regional de Ordenamento do Território do Alentejo.

Trata-se de um plano de grande importância para a região que contém as principais orientações que os Planos Directores Municipais vão ter que seguir.

As explicações foram deixadas na Rádio Pax por Jorge Honório, vice-presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo.

O debate tem lugar esta 4ª feira no auditório do Instituto Piaget em Vila Nova de Santo André.

terça-feira, março 03, 2009

Santiago do Cacém: Ciclo de Debates aberto à população

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém inicia esta terça-feira, dia 3 de Março, um ciclo de debates sobre a Revisão do Plano Director Municipal (PDM).

A população vai assim ter oportunidade de debater durante as sessões públicas, a revisão do PDM e ficar a saber o que vai mudar após a aprovação e implementação do plano. Os debates vão decorrer até Julho.

O último está agendado para o dia 28 de Julho. As reuniões vão decorrer em vários locais do concelho (Santiago do Cacém, Vila Nova de Santo André, Alvalade e Cercal do Alentejo).

Hoje dia 3 às 21h00, na Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, o Professor Manuel Costa Lobo, que lidera a equipa do Instituto Superior Técnico, responsável pela Revisão do PDM de Santiago do Cacém vai apresentar as “Linhas Orientadoras do PDM”.

Depois no dia 24 de Março vai ser abordado o tema: “Transportes Suaves e Cidades Inteligentes” onde os oradores são o Professor Kevser Üstündag (Universidade Mimar Sinan, Istambul) e o Eng. Duarte Sobral. Neste debate vai ser abordada uma boa acessibilidade das populações às funções urbanas, aos equipamentos e às áreas de lazer que é um dos objectivos do município.

Durante o mês de Abril regressam outros encontros.

segunda-feira, fevereiro 16, 2009

Novos acessos rodoviários no Baixo Alentejo

O Secretário de Estado Adjunto, das Obras Públicas e das Comunicações, Paulo Campos, apresentou hoje, numa sessão realizada na Sala de Sessões da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, o projecto da Concessão Baixo Alentejo, que inclui a construção do lanço Sines - Beja e cuja obra deverá arrancar em Abril.

A concessão rodoviária Baixo Alentejo, cujo contrato foi assinado no dia 31 de Janeiro, inclui a construção de 124 quilómetros de estradas. Além dos 95 quilómetros do IP8 entre Sines e Beja, com perfil de auto-estrada e portagens entre Santiago do Cacém e Beja, a concessão prevê a construção da Estrada Regional 261-5 (13 quilómetros entre Sines e Vila Nova de Santo André) e um troço de 16 quilómetros entre Évora (IP7) e São Manços (IP2). A concessão foi adjudicada ao Grupo Estradas da Planície, liderado pela Edifer, devendo as obras arrancar dentro de três meses, estimando-se que terminem em Janeiro de 2012.

Mapa das Novas Estradas do Baixo Alentejo


Ver mapa maior

Com a construção do troço ER261-5 entre Sines e Santo André (com 16km de extensão), procura-se assegurar uma ligação privilegiada à zona balnear do Sudoeste Alentejano. Esta via beneficiará essencialmente os habitantes de Sines e de Santiago do Cacém. Neste Concelho está prevista a introdução do Nó de Relvas Verdes, o Nó da Badoca, o Nó de Ademas e o Nó de Roncão.

A Noticia na integra: Clique aqui


Fonte:
distritonline.pt

quarta-feira, fevereiro 04, 2009

Passeio "Rota dos Bombeiros"

As Associações Os Kotas, Ala Aventura e Papa-léguas, vão realizar no dia 8/Fev/2009 um passeio de BTT e Caminhada, com o título Rota dos Bombeiros.

Com esta iniciativa pretende-se angariar fundos a favor dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Santo André.

Venha participar e ajudar os nossos soldados da PAZ!

(Clique na Imagem p/ + Detalhe)


Para mais informações clique
aqui

terça-feira, janeiro 13, 2009

"O Leme" - Edição Especial 500

O Leme surgiu em Maio de 1984 com uma periodicidade mensal, e tinha como objectivo servir a população dos concelhos de Santiago do Cacém e Sines. Do seu conceito sempre fez parte a promoção dos valores da Justiça e da Paz.


Nesta edição especial 500, para além da edição normal do jornal, existe um conjunto de notícias, de épocas passadas, que são confrontadas com a sua actual situação. São abordados os temas do Saneamento, da Saúde, da Cultura e da Economia, tendo sido recuperados artigos publicados anteriormente, procurando saber como estes resolveram ou como se encontram actualmente.